Curta! exibe “Dominguinhos”

A vida e a obra de um dos maiores mestres da música brasileira é o destaque que abre a semana, na Segunda da Música, do Curta!. A partir das 22h15, o canal exibe o documentário “Dominguinhos”. No filme, dirigido por Eduardo Nazarian, Joaquim Castro e Mariana Aydar, a narrativa é conduzida pelo próprio Dominguinhos, através de cuidadosa montagem de entrevistas que o músico deu ao longo de sua vida, além da conversa exclusiva com a equipe de filmagem. Renomados artistas e importantes parceiros da vida de Dominguinhos, como Gilberto Gil, Gal Costa, Elba Ramalho, Hermeto Pascoal, João Donato, Djavan, Nara Leão, Nana Caymmi, Luiz Gonzaga, Yamandu Costa e Hamilton de Holanda participam com depoimentos, gravações musicais, arquivos de imagens e fonogramas raros.

No dia 17, na Terças das Artes, o Curta! exibe “Zanine, Ser do Arquitetar”, primeiro documentário a narrar a vida pessoal e profissional de José Zanine Caldas, arquiteto, paisagista, maquetista, designer e escultor autodidata que se destacou na década de 60. O filme traz depoimentos de grandes nomes da cultura nacional, como Oscar Niemeyer, Heloísa Buarque de Holanda, Ziraldo, Sérgio Rodrigues, além de amigos e trabalhadores de Nova Viçosa, na Bahia, onde fundou uma oficina de artesanato. Com produção da Pontos de Fuga e direção de André Horta, o telefilme resgata a importância de Zanine, que há 50 anos já pensava em sustentabilidade.

Na Quarta de Cinema, 18, às 23h45, no episódio inédito da série exclusiva “Grandes Cenas”, Matheus Nachtergaele apresenta o depoimento de Laís Bodanzky, diretora do aclamado filme “Bicho de Sete Cabeças” (2000). A diretora compartilha suas inquietações ao conceber a cena da fuga, um dos pontos altos desse mergulho intenso no universo manicomial. A sequência é protagonizada pelo ator Rodrigo Santoro, que foi indicado para o papel pelo ator Paulo Autran. No final do episódio, a cena é exibida.

Já na faixa “A Vida É Curta!”, ainda na Quarta de Cinema, uma maratona apresenta sete animações. Abrindo a sessão, dois curtas de Murilo Hauser. O primeiro é “Meu Medo”, que narra como o medo – seja lá qual for a sua causa – aguça os sentidos. Depois, é a vez de “Silêncio e Sombras”. Premiado como o Melhor Curta de Animação Nacional no festival ‘Amaldiçoados’, em 2009, a produção foi livremente inspirada num poema de Goethe e narra de maneira poética o fim da infância e as incertezas da vida adulta. Na sequência, dois filmes de Rodrigo John, “Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo” e “Propriedades de uma Poltrona”. O primeiro conta a história de um cachorro com o coração partido, que faz uma viagem ao centro do próprio umbigo enquanto o mundo acaba ‘fora dele’. Já o segundo curta é uma livre adaptação do conto de Júlio Cortázar e traz crianças se divertindo com as estranhas propriedades de uma velha poltrona, até o que tempo faz com que elas vejam o móvel com outros olhos. Já “Graffiti Dança”, do diretor Rodrigo EBA!, mostra a São Paulo do século XXI, com personagens de grafite dançando bolero dos anos 50. Depois, é a vez de conferir o curta em stop motion “Cafeka”, da diretora Natália Cristine, que brinca com a mais famosa obra de Kafka, o livro “Metamorfose”. No filme, uma viagem sem sentido, provocada pelo uso excessivo do café, revela mais de 400 copos de café que se modificam e se transformam uns nos outros. Fechando a maratona, “Meow”, de Marcos Magalhães. A produção debate a globalização, ao trazer a história de um gato esfomeado que fica sem leite e é convencido a tomar um refrigerante.

Na Quinta do Pensamento, 19, no episódio inédito da série “No Caminho do Bem”, Sérgio Besserman conversa com diferentes representantes religiosos sobre como as doutrinas entendem a ideia de Deus, questionando o papel que as divindades desempenham na vida de nós, humanos. Embora seja difícil definir e também provar sua existência, a imagem de um criador todo poderoso povoa a grande maioria das religiões.

SEGUNDA DA MÚSICA
“Dominguinhos”
Documentário sobre a vida e a obra de um dos maiores mestres da música brasileira, que intercala imagens de arquivo e passagens em shows, além de encontros musicais exclusivos. O filme conta com preciosas participações de renomados artistas, importantes parceiros da vida de Dominguinhos, como: Gilberto Gil, Gal Costa, Elba Ramalho, Hermeto Pascoal, João Donato, Djavan, Nara Leão, Nana Caymmi, Luiz Gonzaga, Yamandu Costa e Hamilton de Holanda.
Duração: 90 min.
Exibição: 16 de janeiro, segunda-feira, às 22h15.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 17 de janeiro, terça-feira, às 2h15 e às 16h15;
Dia 18 de janeiro, quarta-feira, às 10h15;
Dia 14 de janeiro, sábado, às 22h30.
TERÇA DAS ARTES
“Zanine, Ser do Arquitetar”
O documentário retrata a vida, o pensamento e as conquistas de José Zanine Caldas – arquiteto autodidata de projeção nos anos 60. O pensamento e o olhar de um homem simples, que já pensava em reaproveitamento, sustentabilidade e preservação do meio ambiente há 50 anos. A produção conta com entrevistas de pessoas renomadas, em períodos diversos, como Oscar Niemeyer, Heloísa Buarque de Holanda, Ziraldo, Sérgio Rodrigues, Cydno Silveira e Carlos Vergara.
Diretor: André Horta
Duração: 80 min
Exibição: 17 de janeiro, terça-feira, às 22h35.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 18 de janeiro, quarta-feira, às 2h35 e às 16h35;
Dia 19 de janeiro, quinta-feira, às 10h35;
Dia 21 de janeiro, sábado, às 10h30.
QUARTA DE CINEMA
“A Vida é Curta” faz uma coletânea de curtas animados
A faixa do “A Vida é Curta” dessa semana se prepara para embarcar no ambiente da animação, com os curtas “Meu Medo”, “Silêncio e Sombras”, “Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo”, “Propriedades de uma Poltrona”, “Graffiti Dança”, “Cafeka” e “Meow!”.
Exibição: 18 de janeiro, quarta-feira, às 20h
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 19 de janeiro, quinta-feira, às 00h e às 14h;
Dia 20 de janeiro, sexta-feira, às 8h;
Dia 21 de janeiro, sábado, às 14h.
Grandes Cenas – Série
Uma grande cena é aquela que não se define apenas na relação com as demais. Uma grande cena é aquela que contém em si um filme à parte, um universo à parte, capaz de alterar nossa sensibilidade e perdurar na nossa memória. Com o objetivo de resgatar o apreço por essa unidade fundamental que é a cena, a série Grandes Cenas busca analisar cenas memoráveis do cinema brasileiro.
Episódio inédito – “Bicho de Sete Cabeças”
A diretora Laís Bodanzky compartilha suas inquietações ao conceber a cena da fuga, no filme “Bicho de Sete Cabeças” (2000), um dos pontos altos desse mergulho intenso no universo manicomial.
Diretores: Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno
Duração: 15 min
Estreia: 18 de janeiro, quarta-feira, às 23h40.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia19 de janeiro, quinta-feira, às 3h40 e às 17h40;
Dia 20 de janeiro, sexta-feira, às 11h40;
Dia 21 de dezembro, sábado, às 22h.
QUINTA DO PENSAMENTO
No Caminho do Bem – Série
A partir da rotina de fieis e da conversa do apresentador Sergio Besserman com representantes religiosos, “No Caminho do Bem” nos revela como as diversas doutrinas religiosas professadas no Brasil se posicionam diante de questões inerentes ao espírito humano.
Episódio inédito – Deus
Este episódio explora como diferentes doutrinas religiosas entendem a ideia de Deus, questionando o papel que as divindades desempenham na vida de nós, humanos.
Diretores: Bárbara Kahane e Belisario Franca
Duração: 52 min
Estreia: 19 de janeiro, quinta-feira, às 23h.
Classificação: Livre
Horários alternativos:
Dia 20 de janeiro, sexta-feira, às 3h e às 17h;
Dia 21 de janeiro, sábado, às 12h;
Dia 22 de janeiro, domingo, às 23h.
SEXTA DA SOCIEDADE
“Um Tigre de Papel”
Documentário sobre a vida do artista Pedro Manrique Figueroa, precursor da colagem na Colômbia, conta suas aventuras, sempre ligadas com a tradição da cultura oral do país. O filme faz um passeio pela história, entre 1934 a 1981, onde, na forma de uma colagem, justapõe arte com política, verdade com mentira e documentário com ficção.
Diretor: Luis Ospina
Duração: 112 min
Exibição: 20 de janeiro, sexta-feira, às 21h.
Classificação: Livre.
Horários alternativos:
Dia 21 de janeiro, sábado, às 1h e às 8h15;
Dia 22 de janeiro, domingo, às 19h15;
Dia 23 de janeiro, às 15h.

Pela Web

loading...

você pode gostar também Mais do autor