Cena de À Beira do Caminho

Diversas composições do Rei Roberto Carlos e seu grande parceiro Erasmo Carlos foram a principal inspiração do diretor Breno Silveira para rodar seu novo filme, À Beira do Caminho. Estrelado por João Miguel, Dira Paes, Vinicius Nascimento e Angelo Antonio, o longa estreou nos cinemas brasileiros na última sexta-feira (dia 10).

Segundo o diretor de “Dois Filhos de Francisco“, o repertório do ídolo romântico serviu de mote para narrar a trajetória dos personagens, todos buscando um recomeço em suas vidas. A ideia do filme partiu da jornalista Léa Penteado, que trabalhou com Roberto Carlos por alguns anos. “Ela viu um caminhoneiro parado em um posto de gasolina, ouvindo uma música do Roberto várias vezes, emocionado”, conta Breno.

Dira Paes em À Beira do Caminho

Desta cena, surgiu o argumento, desenvolvido posteriormente pela roteirista Patrícia Andrade. E somente após as filmagens, o uso das canções foi autorizado pelo Rei: “Foi uma grande adrenalina, pois a equipe não sabia, até o último instante, se o compositor autorizaria o uso das músicas no filme. A gente correu esse risco louco. Comecei a ficar paranóico, pensado que ele poderia não gostar”, relembra o cineasta.

Comentários