Adriana Esteves em Cena de Avenida Brasil – Foto: Reprodução TV Globo

Para quem acha que o efeito utilizado na cena de tortura protagonizada por Adriana Esteves e Debora Falabella, exibida no ultimo dia 21 de julho é novidade, não se decepcione. Esse recurso, o de usar uma imagem avermelhada com câmera baixa, é bastante utilizado para dar grandeza ao personagem e deixá-lo mais imponente, e, ao mesmo tempo, diabólico, recurso já utilizado anteriormente.

É verdade que a direção de fotografia e a cena ficaram impecáveis na trama de João Emanuel Carneiro. Diga-se isso com louvor, a todos envolvidos.

Cena do curta Juridicus

O Curta Juridicus, com roteiro de Waldecir de Oliveira e Direção de Silvio Coutinho exibido recentemente na internet também faz uso dessa técnica para mostrar um promotor de justiça no ápice de suas indagações a um réu que matou brutalmente uma criança, a sangue frio. O filme é uma alegoria sobre o alcance do poder judiciário, propondo uma discussão sobre as brechas da lei e a propagação da violência como a principal consequência da impunidade. A obra é dedicada às vítimas das mais diversas tragédias e traz às telas diversos assassinos em um pós-julgamento por crimes que chocaram a sociedade.

Para assistir ao curta, acesse o site da TV Atlântica que está exibindo o curta pela primeira vez:

http://www.tvatlantica.com/programas/curta/pagina/curta0008.php

Comentários