A cerimônia do Oscar 2012 acontece neste domingo, 26, no Hollywood and Highland Center, em Los Angeles e contou com a apresentação de Billy Cristal.

Em sua 84ª edição, a cerimônia contempla  24 categorias e neste ano o maior indicado é A invenção de Hugo Cabret de Martin Scorsese. esta foi a primeira experiência de Scorsese  com o 3D, mas pelo jeito, ele não sentiu diferença e seu filme levou ao todo 11 nomeações.

Billy Cristal - Foto: Getty Images
Billy Cristal - Foto: Getty Images

A atriz Octavia Spencer foi premiada como melhor atriz coadjuvante, por sua atuação em Historias Cruzadas, e recebeu a estatueta das mãos de Christian Bale . A emoção veio à tona quando o nome de Ocatavia Spencer foi anunciado como vencedor e a plateia aplaudiu a atriz de pé. Ocatavia Spencer não conteve as lagrimas em seu discurso de agradecimento, no qual citou diversas vezes sua família.

O prêmio de ator coadjuvante foi para  Christopher Plummer, de 82 anos, pela atuação em Toda Forma de Amor, que também recebeu aplausos de pé, além de se tornar o homem mais velho a receber a estatueta. Quando recebeu o prêmio Christofer olhou a estatueta e disparou:  “Você é só dois anos mais velha do que eu”.

Woody Allen recebeu o prêmio de melhor roteiro original por  Meia-noite em Paris, alcançando o tricampeonato na categoria, já que venceu em 1977, com Hanna e suas irmãs e em 1986 com Noivo Neurótico, Noiva Nervosa. Só para variar, Woody Allen não deu as caras na cerimonia.

Veja abaixo quais prêmios já foram lidos, assim que os prêmios forem saindo, vamos atualizando a pãgina.

Confira a lista dos vencedores do Oscar 2012:

Diretor

Michel Hazanavicius – “O artista”
Alexander Payne – “Os descendentes”
Martin Scorsese – “A invenção de Hugo Cabret”
Woody Allen – “Meia-noite em Paris”
Terrence Malick – “A árvore da vida”

Melhor filme
“Cavalo de guerra”
“O artista”
“O homem que mudou o jogo”
“Os descendentes”
“A árvore da vida”
“Meia-noite em Paris”
“História cruzadas”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Tão forte e tão perto”

Melhor atriz

Glenn Close – “Albert Nobbs”

Viola Davis – “Histórias cruzadas”
Rooney Mara – “Os homens que não amavam as mulheres”
Meryl Streep – “A dama de ferro”
Michelle Williams -“Sete dias com Marilyn

Melhor ator
Demián Bichir – “A better life”
George Clooney – “Os descendentes”
Jean Dujardin – “O artista”
Gary Oldman – “O espião que sabia demais”
Brad Pitt – “O homem que mudou o jogo”

Fotografia
“O artista”
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“A árvore da vida”
“Cavalo de guerra”

Direção de arte
“O artista”
“Harry Potter”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Meia-noite em Paris
“Cavalo de guerra”

Figurino

“Anonymous”
“O artista”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Jane Eyre”
“W.E.”

Maquiagem
“Albert Nobbs”
“Harry Potter e as relíquias da morte – Parte 2”
“A dama de ferro”

Melhor filme em língua estrangeira
“Bullhead” – Bélgica
“Footnote” – Israel
“In Darkness” – Polônia
“Monsieur Lazhar” – Canadá
“Separação” – Irã

Melhor atriz coadjuvante
Octavia Spencer – “Histórias cruzadas”
Bérénice Bejo – “O artista”
Jessica Chastain – “Histórias cruzadas”
Janet McTeer – “Albert Nobbs”
Melissa McCarthy – “Missão madrinha de casamento”

Edição
“O artista”
“Os descendentes”
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“O homem que mudou o jogo”

Edição de som
“Drive”
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Transformers: o lado oculto da lua”
“Cavalo de guerra”

Mixagem de som
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“O homem que mudou o jogo”
“Transformers: o lado oculto da lua”
“Cavalo de guerra”

Documentário (longa-metragem)
“Hell and Back Again”
“If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front”
“Paradise Lost 3: Purgatory”
“Pina”
“Undefeated”

Melhor animação
“A Cat in Paris”
“Chico & Rita”
“Kung Fu Panda 2”
“Gato de Botas”
“Rango”

Efeitos visuais

“Harry Potter”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Gigantes de aço”
“Planeta do macacos”
“Transformers: o lado oculto da lua”

Ator coadjuvante
Kenneth Branagh – “Sete dias com Marilyn”
Jonah Hill – “O homem que mudou o jogo”
Nick Nolte – “Warrior”
Max Von Sydow – “Tão forte e tão perto”
Christopher Plummer – “Beginners”

Trilha sonora original
“As aventura de Tintim” – John Williams
“O Artista” – Ludovic Bource
“A invenção de Hugo Cabret” – Howard Shore
“O espião que sabia demais” – Alberto Iglesias
“Cavalo de guerra” – John Williams

Canção original
“Man or Muppet”, de “Os Muppets”, música e letra de Bret McKenzie
“Real in Rio”, de “Rio”, música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown, letra de Siedah Garrett

Roteiro adaptado
“Os descendentes”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Tudo pelo poder”
“O homem que mudou o jogo”
“O espião que sabia demais”

Melhor roteiro original

“O artista”
“Missão madrinha de casamento”
“Margin Call”
“Meia-noite em Paris”
“A separação”

Curta-metragem
“Pentecost”
“Raju”
“The Shore”
“Time Freak”
“Tuba Atlantic”

Documentário (curta-metragem)

“The Barber of Birmingham: Foot Soldier of the Civil Rights Movement”
“God Is the Bigger Elvis”
“Incident in New Baghdad”
“Saving Face”
“The Tsunami and the Cherry Blossom”

Curta-metragem de animação

“Dimanche”
“The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore”
“La Luna”
“A Morning Stroll”
“Wild Life”








Comentários

O importante, é que fazemos música bem feita, esqueçamos que aqui convivemos com funk, pagode e sertanejo e, lembramos que temos mestres da melhor qualidade, incluindo Sergio Mendes e Carlinhos Brow enfim a nossa boa música me enche de orgulho, com ou sem academy awards.

Concordo com o comentário do pseudônimo "Mestre", sobre o Brasil ser lembrado lá fora como o país do futebol, do samba e de mulher pelada, mas também sabemos que já melhoramos muito. Existem filmes nacionais maravilhosos…. e a canção Real – Rio é sim uma canção bela e esfusiante, bem ao ritmo do filme, mas infelizmente os americanos são clássicos e conservadores…. Brasil para eles só é bom para se passar férias; sol e mar e carnaval; samba e bunda de fora, mas não para ganhar títulos, muito menos um Oscar! Quanto ao cantor Carlinhos Brown, gente, vamos respeitar o estilo de cada um, o cara é original, tá na dele, tem tanto artista mais esquisito e excêntrico do que ele, pelo mundo a fora… mais ai todo mundo acha lindo!! Por favor!! Ele é um excelente cantor, talentoso e brilhante. Quem fala assim dele, quero ver fazer metade do sucesso que ele faz! Cada um na sua amigo!

Só lembrando aos amigos: O que é ritimo para nós brasileiros, pode ser bagunça para os americanos. Estava na cara que a musica dos Muppets iria ganhar, bem classica e tipica. O brasil ainda não aprendeu que nossos argulhos como o samba, carnaval, etc… para o mundo é uma mera papagaiada. Tá na hora de acordar.
Temos que largar de mão de querer mostrar essas coisas e mostrar que somos um país em potencial, com tecnologia e desenvolvimento. Agora enquanto ficarmos mostrando só floresta amazonica, bicho, futebol e mulher de bunda de fora irá dar nisso aí. É nisso que o mundo pensa quando se fala em Brasil. Assim como muitos pensam em leões e selvas quando se fala de Africa.

Francamente acho que existe algo contra o BRASIL quando se trata de oscar. Por que francamente, trocar a trilha maravilhosa de Real in Rio por aquela dos Man or Muppet, francamente, só pode existir uma grande intriga da oposição.
Vamos reagir brasil, valorizar o que temos e nossa cultura.

de: Wesley Barros

Ainda bem que o Man or Muppet ganho o premio e o Brasil parou de passar vegonha alem do que ja passou com aquele ridiculo de turbande se achando alguma coisa de importante. que vergonha!!!!! viva a Academia

Nossa, isso é que é gostar do país onde vive!!!! é uma pena mesmo o Rio não tem ganhado, pq realmente era uma ótima trilha para o filme. A Música dos Muppets era totalmente sem graça, sem ritmo e parada.