FORTALEZA, 01.06.2011 – A Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto vem do município caririense do Crato para duas apresentações gratuitas em Fortaleza, neste mês de junho: no Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 – Centro – fone: (85) 3464.3108), no próximo dia 17 (sexta-feira), às 18 horas; e no CUCA Che Guevara (av. Presidente Castelo Branco, 6417 – Barra do Ceará – fone: (85) 3237.4223), no dia 18 (sábado), às 19 horas. 

A Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto é um grupo de músicos residentes na cidade do Crato, no sul do Ceará. Tudo começou com José Lourenço, apelidado Aniceto, que viveu até os 104 anos e legou a tradição aos filhos Francisco, João, Hugo, Antônio e Raimundo.

Atualmente, uma terceira geração, representada por Cícero, Joval e Adriano, dá continuidade ao trabalho iniciado pelo Mestre José Lourenço. O nome Cabaçal deve-se ao uso de cabaças para confecção do zabumba e da caixa, hábito de origem indígena.

Vestidos com roupas de cores vivas, calçando alpercatas de couro, os Irmãos Aniceto criam peças notáveis, ocupando o espaço cênico com dança anímica, em conjunto ou em solos, usando os pífanos feitos de taboca, acompanhados de zabumba, caixa e pratos. O grupo também constrói os instrumentos utilizados nas apresentações.

Dentre seus elogiados números, envolvendo música, poesia matuta, dança e dramatização realizada a partir da observação da natureza, dando um sentido profundo de ecologia aplicada às artes, os Irmãos Aniceto nos brindam com apresentações antológicas como “A briga do cachorro com a onça”, “A dança do caboré”, “A dança do marimbondo”, “Severino Brabo” e “O casamento da acauã com o gavião”. Os Irmãos Aniceto parecem feitos de mola, pinotando pelo espaço, virando onça, voando feito caborés, realizando um teatro de expressiva beleza.

A Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto apresenta intensa e harmoniosa criatividade, sempre no trabalho de reelaboração da herança coletiva, conservando traços de nítida influência da cultura dos índios cariris, onde a música e a dança são mostradas com características profundamente populares, ressaltando a importância da cultura tradicional do Nordeste brasileiro.

A Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto já percorreu as principais cidades do Brasil, apresentando-se diversas vezes em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Natal, ao lado de artistas como Hermeto Pascoal, Quinteto Violado, Alceu Valença, Dominguinhos e Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho, tendo sido agraciada com o Prêmio Dragão do Mar de Arte e Cultura, na categoria Artista Popular.

Em 2005, participou do Ano do Brasil na França, apresentando seus pinotes e trinados na Cité de La Musique, em Paris. Juntamente com a Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho, os Irmãos Aniceto lançaram em 2009 um DVD dirigido pelo cineasta Sérgio Rezende, com gravações no Theatro José de Alencar e no Cariri.

 

Com dois discos lançado, Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto (1999) e Forró no Cariri (2005), o grupo se prepara para lançar o terceiro CD, “Sou Tronco, Sou Raiz”, todos produzidos pelo cantor e compositor cearense Calé Alencar. Em 2007, os Irmãos Aniceto foram agraciados com a medalha da Ordem do Mérito Cultural, do Ministério da Cultura.

 

 

 

PROGRAMA

 

1.      Marcha de Chegada

 

2.      Marcha Caririzeira

 

3.      Marcha Rebatida Pé de Serra

 

4.      Marcha de Estrada

 

5.      Forró no Cariri

 

6.      Alvorada

 

7.      Galope

 

8.      Quilombo

 

9.      Bendito de Nossa Senhora das Candeias

 

10. Bendito de Nossa Senhora da Penha

 

11. O Bem-te-vi

 

12. Alegra o Povo

 

13. O Casamento da Acauã com o Gavião

 

14. Quilariô (Adriano, Cícero e Joval)

 

 

 

Músicas de 1 a 13 – temas de domínio público adaptados pela Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto.

 

 

 

FICHA TÉCNICA

 

1º Pífano: Antônio

 

2º Pífano: Raimundo

 

Caixa: Cícero

 

Caixa: Azul

 

Pratos: Joval

 

Zabumba: Adriano

 

Comentários