A entrega do maior prêmio da indústria cinematográfica será na noite deste domingo (27), no Teatro Kodak, em Los Angeles. Uma das maiores novidades da cerimônia da 83ª edição do Oscar deste ano é o casal de apresentadores escolhido. Os atores Anne Hathaway, de 28 anos, e James Franco, de 32, são os mais jovem a apresentar a premiação. Também é inédito o fato de um homem e uma mulher serem os escolhidos.

 
Além de toda a empolgação do tapete vermelho e dos preparativos, os favoritos ao prêmio de melhor filme são as produções baseadas em histórias reais. O grande favorita é "O discurso do rei", de Tom Hooper, que recebeu 12 indicações ao Oscar. O filme conta a história do Rei gago George VI. A produção sobre o monarca britânico pode ser o primeiro filme desse gênero a vencer o troféu. Outro forte candidato é a "Rede Social", de David Fincher, que conta a criação do site de relacionamentos Facebook. "O discurso do rei" ainda é o favorito na disputa de melhor ator. O ator britânico, Colin Firth, já premiado no Bafta, pode levar o Oscar por sua performance como o rei gago George VI. Também estão no páreo Javier Bardem ("Biutiful"), Jeff Bridges ("Bravura indômita"), James Franco ("127 horas") e Jesse Eisenberg ("A rede social").
 
Na categoria melhor atriz, a favorita é Natalie Portman, de "Cisne Negro". O filme do diretor Darren Arnafsky é um suspense psicológico que conta a história da bailarina Nina (Natalie Portman), escolhida para o papel da rainha dos cisnes. Portman já arrebatou os principais prêmios da indústria como o Globo de Ouro e o Spirit Awards 2011 de melhor atriz. "Cisne Negro" ainda foi destaque na premiação, considera o Oscar do cinema independente, que aconteceu neste último sábado (26), nos EUA. A produção ganhou quatro prêmios na 26ª edição do Spirit Awards: Melhor Filme, Melhor Diretor com Darren Aronofsky, Melhor Atriz com Natalie Portman e Melhor Fotografia com Matthew Libatique.
 
 
 
 
 
 
 
Confira a lista de indicados ao Oscar 2011:
 
Melhor filme:
– “A rede social”
– “O discurso do rei”
– “Cisne negro”
– “O vencedor”
– “A origem”
– “Toy Story 3”
– “Bravura indômita”
– “Minhas mães e meu pai”
– “127 horas”
– “Inverno da alma”
 
Melhor diretor:
– David Fincher – “A rede social”
– Tom Hooper – “O discurso do rei”
– Darren Aronofsky – “Cisne negro”
– Joel e Ethan Coen – “Bravura indômita”
– David O. Russell – “O vencedor”
 
Melhor ator:
– Jesse Eisenberg – “A rede social”
– Colin Firth – “O discurso do rei”
– James Franco – “127 horas”
– Jeff Bridges – “Bravura indômita”
– Javier Bardem – “Biutiful”
 
Melhor atriz:
– Annette Bening – “Minhas mães e meu pai”
– Natalie Portman – “Cisne negro”
– Nicole Kidman – “Rabbit hole”
– Michelle Williams – “Blue valentine”
– Jennifer Lawrence – “Inverno da alma”
 
Melhor ator coadjuvante:
– Mark Ruffalo – “Minhas mães e meu pai”
– Geoffrey Rush – “O discurso do rei”
– Christian Bale – “O vencedor”
– Jeremy Renner – “Atração perigosa”
– John Hawkes – "Inverno da alma"
 
Melhor atriz coadjuvante:
– Helena Bonham Carter – “O discurso do rei”
– Melissa Leo – “O vencedor”
– Amy Adams – “O vencedor”
– Hailee Steinfeld – “Bravura indômita”
– Jacki Weaver – “Reino animal”
 
Melhor roteiro original:
– “Cisne negro”
– “Minhas mães e meu pai”
– “O vencedor”
– “A origem”
– “O discurso do rei”
 
Melhor roteiro adaptado:
– “A rede social”
– “127 horas”
– “Bravura indômita”
– “Toy Story 3”
– "Inverno da alma"
 
Melhor longa-metragem de animação:
– "Como treinar o seu dragão"
– "O mágico"
– "Toy Story 3"
 
Melhor direção de arte:
– "Alice no País das Maravilhas"
– "Harry Potter e as relíquias da morte – Parte 1"
– "A origem"
– "O discurso do rei"
– "Bravura indômita"
 
Melhor fotografia
– "Cisne negro"
– "A origem"
– "O discurso do rei"
– "A rede social"
– "Bravura indômita"
 
Melhor figurino
– "Alice no País das Maravilhas"
– "I am love"
– "O discurso do rei"
– "Bravura indômita"
– "The tempest"
 
Melhor documentário (longa-metragem)
– "Exit through the gift shop"
– "Gasland"
– "Inside job"
– "Restrepo"
– "Lixo extraordinário"
 
Melhor documentário (curta-metragem)
– "Killing in the name"
– "Poster girl"
– "Strangers no more"
– "Sun come up"
– "The warriors of Qiugang"
 
Melhor edição
– "Cisne negro"
– "O vencedor"
– "O discurso do rei"
– "127 horas"
– "A rede social"
 
Melhor filme de língua estrangeira
– "Biutiful"(México)
– "Dogtooth" (Grécia)
– "In a better world" (Dinamarca)
– "Incendies" (Canadá)
– "Outside the law" (Argélia)
 
Melhor trilha sonora original
– "Como treinar seu dragão" – John Powell
– "A origem" – Hans Zimmer
– "O discurso do rei" – Alexandre Desplat
– "127 horas" – A.R. Rahman
 – "A rede social" – Trent Reznor e Atticus Ross
 
Melhor canção original
– "Coming home", de "Country Strong"
– "I see the light", de "Enrolados"
– "If I rise", de "127 horas"
– "We belong together", de "Toy Story 3"
 
Melhor curta-metragem
– "The confession"
– "The crush"
– "God of love"
– "Na wewe"
– "Wish 143"
 
Melhor curta-metragem de animação
– "Day & night"
– "The gruffalo"
– "Let's pollute"
– "The lost thing"
– "Madagascar, carnet de voyage"
 
Melhor edição de som
– "A origem"
– "Toy Story 3"
– "Tron: o legado"
– "Bravura indômita"
– "Incontrolável"
 
Melhor mixagem de som
– "A origem"
– "O discurso do rei"
– "Salt"
– "A rede social"
– "Bravura indômita"
 
Melhores efeitos visuais
– "Alice no País das Maravilhas"
– Harry Potter e as relíquias da morte – Parte 1"
– "Além da vida"
– "A origem"
– "O Homem de Ferro 2"
 
Melhor maquiagem
– "Minha versão para o amor"
– "Caminho da liberdade"
– "O lobisomem"
 
Fonte Agência Rio

Comentários