O Projeto Orquestras Populares Cariocas continua a temporada de verão no Espaço Vintage, na Lapa, recebendo dois grupos que prometem agitar a noite com muita batucada. O Bloco Brasil é formado por ritmistas oriundos da oficina de percussão do Monobloco e os integrantes do Maracutaia são ex-alunos do Rio Maracatu. Eles subirão no palco nesta sexta-feira, dia 18, a partir das 23h.

 
 
No repertório do Bloco Brasil, que conta com conta com dois cariocas e uma baiana nos vocais, sambas consagrados e músicas de Tim Maia, Jorge Ben e Lulu Santos. Já o grupo Maracutaia promete tocar as tradicionais toadas do Maracatu de Recife, composições próprias e outros ritmos e influências como coco, drum´n bass e funk. 
 
O projeto ficará em cartaz todos os finais de semana de fevereiro e nos cinco dias de Carnaval e promoverá o encontro de outros grupos como Frevo Diabo, Daniel Marques Trio, Novos Chorões, Orquestra de Tambores e Aquilo Livre. O repertório vai de frevo a maracatu, passando por choro, forró, samba e jazz. 
 
Criado em setembro de 2009, as Orquestras Populares Cariocas já passaram pelo Circo Voador, Espaço Tom Jobim, Teatro Rival Petrobras, Centro Cultural Bola Preta e Teatro Odisséia, e revelou grupos como Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz, Orquestra Voadora, Exalta Rei, SongoroCosongo, Abayomy Afrobeat Orquestra, Maracutaia, Orquestra Popular de Conga, Frevo Diabo, Bloco do Vigário e Orquestra de Tambores.
 
 
 
Veja a programação das próximas semanas:
 
 
 
Fevereiro
 
Sexta-feira, dia 18: Bloco Brasil e Maracutaia
 
Sexta-feira, dia 25: Frevo Diabo e Aquilo Livre
 
Sábado, dia 26: Daniel Marques Trio e Orquestra de Tambores
 
 
 
Março / Carnaval
 
Sexta-feira, dia 4: Bloco Brasil
 
Sábado, dia 5: Maracutaia
 
Domingo, dia 6: Novos Chorões
 
Segunda-feira, dia 7: Novos Chorões
 
Terça-feira, dia 8: Orquestra de Tambores
 
 
 
Os grupos:
 
 
 
Frevo Diabo – formado por nove músicos cariocas e pernambucanos, o grupo faturou o Prêmio da Música Brasileira de melhor grupo Regional em 2010. É o primeiro grupo formado no Rio de Janeiro a lançar CD baseado exclusivamente no ritmo pernambucano.
 
 
 
Daniel Marques Trio – Uma abordagem amadurecida do trabalho solo do violonista Daniel Marques, o trio cria arranjos próprios, e tem influência do Free Jazz Europeu. Completam a formação o baixista Ricardo Sá Reston e o baterista Élcio Cáfaro.
 
 
 
Novos Chorões: o grupo faz uma releitura de choros de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, entre outros que fizeram a história da música instrumental brasileira, sem deixar de tocar composições próprias como Assanhado, que mistura choro e blues.
 
 
 
Orquestra de Tambores: Formada por 10 percussionistas e um trio de cordas, foi idealizada pelo consagrado baterista Robertinho Silva e pelo maestro Carlos Negreiros, e é o resultado de um projeto social desenvolvido durante quatro anos pela dupla. O repertório inclui canções autorais e músicas que resgatam ritmos genuinamente brasileiros de Pixinguinha, Capiba e Baden Powell, entre outros.
 
 
 
Bloco Brasil: Formado por ex-alunos da Oficina de Percussão do Monobloco, o grupo de ritmistas conta com dois cariocas e uma baiana nos vocais. O repertório conta com sambas consagrados e músicas de Tim Maia, Jorge Ben e Lulu Santos.
 
 
 
Maracutaia: integrado por 15 músicos apaixonados pela Cultura Popular Brasileira, o Maracutaia surgiu em 2004, a partir da reunião de ex-alunos de percussão do grupo Rio Maracatu. No repertório, além das tradicionais toadas do Maracatu de Recife, composições próprias e outros ritmos e influências como coco, drum´n bass e funk.
 
 
 
 
 
Serviço / Orquestras Populares Cariocas
 
Espaço Vintage: Rua Gomes Freire, 147
 
Telefone: 21 2507 8652
Capacidade de Público: 600 lugares
 
Classificação Etária: 18 anos
 
Preços: R$30 (inteira), R$20 (lista amiga: orquestraspopularescariocas@gmail.com) e R$20 (os 100 primeiros).
 
Abertura da casa: 22h
 
Cartões: Rede Shop, Visa, Master Card, Amex e Dinners
 
 
 
 
 
 
 
 

Comentários