No próximo dia 01 de fevereiro e todas as terças-feiras do mês, a Orquestra Imperial estará de volta ao Circo Voador com seus imperdíveis bailes com a presença sempre ilustre do DJ Marlboro e suas dançarinas, além de convidados especiais.

 
Em 2002, um grupo de amigos se reuniu para realizar um antigo desejo: formar uma típica orquestra de gafieira. A ideia era interpretar um repertório variado, boleros e temas dos anos 60, os clássicos da cultura de salão, com novos arranjos. A diferença era que estes amigos formavam a vanguarda da cena musical carioca. Quando a Orquestra Imperial estreou, reuniu em um só palco representantes das mais diversas vertentes da nova música brasileira.
 
Tornou-se uma das maiores sensações da cena cultural carioca, atraindo e animando grande público durante seus concorridos ‘baileshows’. Já que a idéia era reunir os amigos, convidados ilustres foram aparecendo naturalmente: Caetano Veloso, Jorge Mautner, Marisa Monte, Erasmo Carlos… O palco, sempre aberto a participações especiais, fez da “big band” uma sala de estar dos mais diversos estilos musicais. Seu Jorge (ex-integrante no inicio do grupo), Elza Soares, Fernanda Abreu, Ed Motta, Andreas Kisser (Sepultura), Jards Macalé, Miúcha, Luiz Melodia, Bebel Gilberto, Ney Matogrosso, Marcelo Camelo, Arnaldo Antunes, Sandra de Sá, Lobão, Chrissie Hynde (do Pretenders) são alguns dos artistas que já participaram dos shows. Isso sem contar o pessoal do samba, Beth Carvalho, Dudu Nobre, Zeca Pagodinho, Délcio Carvalho e muitos mais. Aliás, depois de muitas canjas, o grande sambista da Império Serrano,Wilson das Neves, juntou-se ao grupo.
 
Em 2005, a Orquestra fez sua estreia internacional no Festival Sudoeste, em Portugal, onde tocou para mais de 30 mil pessoas. Em seguida, fez uma turnê pelos EUA, encerrou a noite brasileira do World Music Festival em Chicago e inaugurou o anfiteatro de Universidade de Montclair, em Nova Jersey. Em Londres, em 2006, foi destaque no Barbican Center, dentro das homenagens à Tropicália. Nesse mesmo ano, tocaram para mais de 40 mil pessoas nos Arcos da Lapa na comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra ao lado de Luiz Melodia e Beth Carvalho.
 
Em 2007, com produção do produtor musical de Mario Caldato Jr. (Beastie Boys, Marisa Monte, Marcelo D2) e os imperiais Berna Ceppas e Kassin, lançou EP com quatro músicas no formato SMD, seguido do grande lançamento de seu primeiro CD “Carnaval Só Ano Que Vem” (PingPong/Som Livre) com composições coletivas e inéditas de integrantes do grupo. As críticas foram excelentes por todos os cantos. O disco foi lançado na Europa pelo selo Totolo Records e a OI excursionou por alguns dos melhores festivais europeus como Roskilde (Dinamarca) e La Mar de la Musica (Cartagena, Espanha). Neste mesmo ano, ganharam o Premio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) como Melhor Grupo e indicados a Melhor CD categoria MPB do Prêmio TIM.
 
Em 2008, batem recorde de público na Virada Cultural Paulistana tocando para mais de 40 mil pessoas na Avenida São João numa tarde ensolarada.
 
Em 2009, voltaram para mais uma grande turnê européia com shows em Londres, festivais em Portugal e Itália e, no regresso, produziram e interpretaram um grande espetáculo para marcar o Ano da França no Brasil: Gainsbourg Imperial. Trouxeram o maestro francês Jean-Claude Vannier e a musa/viúva do compositor Serge Gainsbourg, Jane Birkin, num tributo ao artista. Juntou-se a eles Caetano Veloso em duas lindas noites na capital paulista. O show virou um especial de tv produzido pela TV SESC e concorreu a prêmios em festivais na França. Este espetáculo ganhou o prêmio Bravo! de Melhor Show de 2009.
 
Em 5 de outubro de 2010, a OI foi a Lisboa animar o Baile de 100 anos República de Portugal. A Orquestra trouxe de volta o "império" aos portugueses da forma mais divertida possivel!
 
 
A ORQUESTRA IMPERIAL é:
 
Thalma de Freitas (voz)
Nina Becker (voz)
Moreno Veloso (percussão e voz)
Duani Martins (voz e cavaquinho)
Wilson das Neves (voz e percussão)
Berna Ceppas (sintetizadores e percussão)
Kassin (baixo)
Domenico Lancellotti (bateria)
Rubinho Jacobina (voz e teclados)
Nelson Jacobina (guitarra e violão)
Pedro Sá (guitarra)
Bartolo (guitarra)
Stephane San Juan (percussão)
Leo Monteiro (percussão eletrônica)
Felipe Pinaud (flauta e arranjos de sopro)
Bidu Cordeiro (trombone)
Mauro Zacharias (trombone)
Altair Martins (trompete)
 
www.facebook.com/orquestraimperial
 
 
Evite Filas. Compre seu ingresso antecipado.
 
Bilheterias:
Terça à Sexta, das 12h às 19h (exceto feriados).
No Dia do evento: 1h antes da abertura dos portões.
Pagamento somente em dinheiro.
 
Vendas pela Internet ou Call Center
Forma de compra: o cliente recebe um código que deverá ser trocado pelo ingresso na bilheteria do Circo Voador, no dia do evento escolhido.
 
 
 
Serviço:
TERÇAS, dias 01, 08, 15 e 22 de Fevereiro 2011
Abertura dos portões: 22h
 
www.INGRESSO.com.br
R$ 25 Estudante | R$ 50 Inteiro
Classificação: 18 anos (12 a 17 anos somente acompanhados dos pais).

Comentários