Roberta Sá leva o rico universo musical do compositor baiano Roque Ferreira ao Vivo Rio, no dia 28 de janeiro. O show “Quando o Canto É Reza” é resultado do encontro da cantora com o Trio Madeira Brasil (de Marcello Gonçalves, Zé Paulo Becker e Ronaldo do Bandolim). 

O espetáculo revela a versatilidade do compositor baiano, gravada no disco que chegou às lojas em agosto de 2010 com treze canções – oito delas inéditas, em um lançamento Universal Music / MP’B. 
 
O álbum é uma rica mistura entre a simplicidade da música de Roque com os arranjos sofisticados do Trio Madeira Brasil e com uma interpretação marcante de Roberta Sá. O ponto de partida para a realização do projeto foi o encantamento dos quatro artistas pela obra de Roque, que já foi gravado por artistas como Clara Nunes, Maria Bethânia, Alcione e Zeca Pagodinho. 
 
Na busca pelo repertório, Roberta Sá e Marcello Gonçalves foram no ano passado ao encontro de Roque Ferreira em Salvador. De lá partiram para Nazaré das Farinhas, cidade natal do compositor, no Recôncavo Baiano, onde o próprio Roque não ia desde os 10 anos, quando mudou-se para a capital. 
 
Depois de três anos de pesquisas e da viagem, Roberta Sá e o Trio Madeira Brasil experimentaram o repertório em quatro antológicos ensaios abertos, realizados em janeiro de 2010 no Centro Cultural Carioca. A ideia inicial era produzir um CD só com inéditas, mas ao longo do projeto foram incluídas cinco músicas que já haviam sido gravadas, mas com versões diferentes. 
 
Com produção de Pedro Luís e direção musical de Marcello Gonçalves, “Quando o Canto É Reza” abre espaço para a música instrumental, bem equilibrada com a voz de Roberta Sá. O álbum tem participação especial de Moyseis Marques, em duo com Roberta na faixa Tô Fora, e traz sucessos de Roque em versões bem diferentes das originais, como Água da Minha Sede, que deu nome a um dos discos de Zeca Pagodinho, e Mandingo, parceria do compositor com Pedro Luís gravada por Pedro Luís e A Parede no CD Ponto Enredo. 
 
“Quando o Canto É Reza” passeia por diferentes ritmos, como coco, maxixe, samba carioca, maracatu, ijexá, ciranda, afoxé, samba-choro e samba-de-roda. O disco, que transita com delicadeza entre a música popular e a erudita, também desvenda a alegria de Roque Ferreira e o rico repertório de temas que suas letras ilustram. 
 
 
 
FICHA TÉCNICA
 
 
 
Roberta Sá – voz
Trio Madeira Brasil:
Marcello Gonçalves – violão de 7 cordas
Zé Paulo Becker – violão e viola caipira
Ronaldo do Bandolim – bandolim
                                    
Zero – Percussões (afuxé, agogô, atabaque, block, bongô, caixas, caixeta, caxixi, congas, flexatone, ganzá, guizo, moringa, ovinho, pandeiro, pandeirões, prato-faca, queixada, surdo, tambor, tamborim, tan tan, timbal, triângulo, vibratone, xequerê)
 
Paulino Dias – Percussões (agogô, alfaias, caxixi, chic chic, cuíca, ganzá, gonguê, mineiro, pandeiro, prato-faca, reco-reco, repique de anel, tambor, tamborim, tan tan, zabumba)
 
 
SERVIÇO – ROBERTA SÁ – QUANDO O CANTO É REZA
 
 
 
Dia: 28 de janeiro
 
Horário: 22h
 
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo
 
Classificação etária: 16 anos
 
Capacidade: 2500 lugares
 
 
 
Informações e compra de ingressos:
 
 
 
Camarote A                                       R$ 120 (meia R$ 60)
 
Camarotte B                                      R$ 80   (meia R$ 40)
 
Pista Superior                                    R$ 60   (meia R$ 30)
 
Setor VIP                                            R$ 100 (meia R$ 50)
 
Setor 1                                                           R$ 80   (meia R$ 40)
 
Pista                                                   R$ 40   (meia R$ 20)
 
 
 
Bilheteria do VIVO RIO – Rua Infante Dom Henrique, 85.
 
Horário de Atendimento: segunda a sábado: 12h às 21h e domingo e feriados: 12h às 20h.
 
Compra por telefone – Ingresso Rápido – Tel: 4003 -1212
 
Horário de atendimento: segunda a sábado das 9h às 22h e domingo das 12h às 20h.
 
Compra pela Internet ( www.vivorio.com.br  / www.ingressorapido.com.br

Comentários