Desde o início do Planeta Atlântida, a música eletrônica tem seu espaço garantido. Em 2011, a organização do festival investiu pesado nas duas noites da edição catarinense do E-Planet, que desta vez conta com a assinatura da Pacha Floripa, com 19 apresentações dos maiores nomes da atual cena eletrônica e 23 horas de som. Isso fora Life is a Loop e Infected Mushroom, que estarão no Palco Central.

O E-Planet tem a curadoria musical da 3Plus Talent, a maior agência de DJs do Brasil, e estará dividido em duas grandes festas: ‘Mixmag Party’ na sexta, 14 de janeiro, e ‘Future Sound of Brasil’, no sábado, 15.

{module Link google}

Conheça a programação:

Mixmag Party

14/01/2011, sexta-feira

17h – Sônica

Projeto de música eletrônica dos DJs Mik Silva e Alexandre Costa. Alexandre Costa tem mais de 18 anos de carreira, passando por várias vertentes da musica eletrônica e sempre olhando para as tendências que viriam mais tarde. Mik Silva sempre trabalhou em rádios como comunicador e sound designer, e o constante contato com a música alimentou a simpatia pelo gênero eletrônico. Em 2007 recebeu o convite para trabalhar na Rádio Atlântida em Porto Alegre e, com isso, surgiu a oportunidade de apresentar o Sônica. Foi então que as portas para a música eletrônica se escancararam definitivamente. Os DJs, juntos, levam pra pista um som diferente com o melhor da House Music e que mexe com a energia do público de uma maneira ímpar.

http://soundcloud.com/miksilva/set-december-2010

http://soundcloud.com/alexandrecosta/fine-house-7-hottracks

 

18h – Chris Kessler

Chris Kessler descobriu sua paixão pela musica eletrônica no começo dos anos 90, através das fortes batudas e freqüências da dance music. E então resolveu ser DJ onde buscou conhecimento musical e técnicas de mixagem. Seus sets são cheios de Groove e tem como base o House, viajando por vertentes que vão do Deep ao Tech House. A cada apresentação ele vem adquirindo mais admiradores de seu trabalho, levando um publico cada vez maior ao Kiwi Bar, na Praia Brava, em Itajaí/SC, onde é residente do projeto ‘House dor Friends’.

19h – Branko Von Holleben

Branko Von Holleben é sem dúvida um dos DJs mais importantes do sul do país. Seu estilo é marcado pelo House e por muito groove. Sua paixão pela e-music começou em 1997, quando freqüentava o club Fim de Século, em Porto Alegre. Mas foi em 2005, devido sua forte conexão com a música e a amizade com o DJ Fabrício Peçanha, que surgiu o interesse de comandar as picapes. Hoje, Branko é residente da festa ‘Made In Brazil’ em Los Angeles, e do Café  De  La   Musique , em Porto   Alegre.

http://www.myspace.com/brankodj

 

20h – Teclas

Um argentino que há 2 anos se estabeleceu no Brasil. Um DJ que já morou em diversos países da Europa. O sujeito que atende por DJ Teclas ainda derrapa na hora de falar o português, mas é fluente em uma língua bem mais abrangente: a música que ferve as pistas. No pouco tempo que está em terras brasileiras, já encantou platéias desde o Rio Grande do Sul até Salvador, passando pelos clubes mais conceituados de Santa Catarina, Curitiba, São Paulo e Belo Horizonte.Teclas tem a capacidade de manter a pista crescendo até o fim dos sets, geralmente pautados por um groove peculiar.

http://www.myspace.com/djteclas

 

21h – Diego Moura

Diego Moura, sem dúvidas, faz parte da nova geração da House Music nacional. Ele cativa a todos com o seu carisma e estilo musical. Conhecido pelo gosto requintado, Diego nunca se prende a um só estilo, criando um ambiente alegre e contagiando a todos nas pistas por onde passa. O Dj já tocou em clubs como D.Edge, Pacha, Club Disco, Museum, Pink Elephant e Zucker Club.

http://www.myspace.com/djdiegomoura

22h – Daniel Kuhnen

Os samples, loops e edições originais que se unem para criar uma sonoridade única, arquitetada com o uso inovador das novas tecnologias, são alguns dos fatores que explicam o êxito que o catarinense Daniel Kuhnen conquistou em pouco mais de 5 anos de carreira. O House que toca, variando do Deep ao Progressive, é imune às fórmulas prontas, e vai contando histórias sempre contagiantes nas pistas.

http://www.myspace.com/danielkuhnen

23h – Dubshape

Dubshape é o projeto formado pelos DJs e produtores Ale Reis e João Lee. Mesmo tendo formação musical diferente, a paixão que cada um tem pela música e por estúdio fez com que os dois começassem a produzir juntos. Independente dessa união no estúdio, Ale e João sempre trilharam carreiras separadas como DJs, tocando em clubs e festas como D-Edge (primeira residência do Dubshape) e Houseship. As produções da dupla têm influência musical de old school house, deep house e techno.

http://www.myspace.com/dubshape

 

00h30 – Christian Smith

Christian Smith é sueco, mas passou grande parte da sua juventude e vida adulta na Alemanha e nos EUA. Morando, agora, em São Paulo, ele toca seu mix de House e Soulful Techno em clubs da Ásia, América do Norte e América do Sul e Europa, além de participar regularmente de festivais como Creamfields do Reino Unido, Dancevalley na Holanda, Monegros da Espanha e I Love Techno, na Bélgica. Considerado um dos grandes produtores da atualidade, suas músicas já foram lançadas por grandes labels como Renaissance; Adam Beyer’s Drumcode, Josh Wink’s Ovum, 100% Pure, John Digweed’s Bedrock e pelo seu próprio selo Tronic.

A visão diferenciada e a mente aberta de Christian Smith são refletidas em alto e bom tom na música que ele faz e toca. Embora suas raízes estejam no Techno, o DJ nunca foi um purista, sempre gostou de provar também de sons melódicos e doses de funk ou de intercalar a energia bruta de seus sets com momentos inspirados de pura euforia.  Isso prova que é possível para um produtor já bem sucedido reinventar seu som e manter a sua relevância e posição no apogeu da música eletrônica.

http://www.myspace.com/christiansmithdj

 

2h – Paulinho Borghosian

Paulinho Boghosian, é um dos grandes destaques da House Music no Brasil. Amante da música eletrônica desde sua adolescência, iniciou sua carreira em 1999, quando ganhou o prêmio Phillips Expression, e hoje é residente oficial do Warung Club. Nos seus sets predomina o House, englobando as vertentes de Deep House, Minimal e Tech House, e, eventualmente, com alguns toques de Progressive House. Esta combinação, definitivamente, lhe permite agradar os mais variados gostos dentro da musica eletrônica. Borghosian sempre procura construir uma história em suas apresentações, criando um ambiente sexy, envolvente e divertido na pista. O resultado é um set conceitual e ao mesmo tempo acessível a todos.

http://www.myspace.com/paulinhoboghosian

 

3h30 – Mario Fischetti

Um dos mais respeitados DJs de House Music do país, Mario Fischetti mantém sua agenda lotada e toca nos principais clubes e festivais do país desde 2000. Aos poucos ele foi ganhando espaço no mercado musical e migrou de um perfil artístico underground para uma imagem mainstream, sem perder a essência. De carisma invejável e com um estilo arrojado e elegante, seu set privilegia o Groove, carregando pequenas referências ao jazz e a Soul Music.

Vanguardista por natureza, Fischetti reflete as mais novas e refrescantes linguagens, interagindo com o que há de mais moderno na música eletrônica e honrando os clássicos da House Music. Levemente pop e eletrônico, o DJ encontra uma forma de traduzir exatamente aquilo que ele próprio gostaria de dançar numa festa.

http://www.myspace.com/mariofischettidj

Future Sound of Brasil

15/01/2011, sábado

18h – Glocal

Os produtores Lennox e Daniel Souto, o Glocal, têm se dedicado a se tornar um dos live acts mais inovadores da música eletrônica, tanto que chegaram a trocar o Rio por São Paulo. O seu estilo musical tem a essência dos anos 80, incorpora estilos como Techno e House e ainda flertam com jazz, disco, acid, Soul e quentes percussoes afro-latinas. A abordagem única da dupla os levou a uma agenda cheia com performances memoráveis em clubes e festivais como Creamfields, Universo Paralello, D-Edge, Sirena, Tribe e XXXperience.

http://www.myspace.com/glocal69

19h – Killer on the Dancefloor

O nome condiz com a realidade. Killer On The Dancefloor é um grupo matador! O trio paulistano é formado pelos DJs / produtores Phillip A, Ali Disco B e Fatu. Com raízes musicais distintas, os três trabalham juntos uma mistura eclética de diversos estilos sonoros, criando um novo jeito de mostrar as suas músicas. Com uma avalanche de remixes lançados em blogs e lojas especializadas em venda de músicas, eles já tocaram com grandes DJs ao redor do planeta e suas explosivas apresentações renderam lugar nos melhores palcos em festas e festivais. O trio ainda promove frequentemente a festa Crew (eleita melhor festa pela revista Folha Ilustrada) ao redor do Brasil . Sem dúvida, eles demonstram na pista porque vêm sendo umas das atrações mais comentadas nas melhores festas.

http://www.myspace.com/killeronthedancefloorbr

20h – Mixhell

Iggor Cavalera é muito mais do que o ex-baterista do Sepultura. Ele teve seu reconhecimento mundial marcado pelo trabalho sério que desenvolveu com a banda e em seu novo trabalho, Iggor traz um pouco do tempero que fez esta fórmula funcionar tão bem. Agora Iggor está a frente, junto à Laima Leyton, do projeto Mixhell. Os dois colocam na pista faixas que traduzem um pouco do que mais gostam de escutar e que fazem todo mundo dançar. Com influências do som cyber punk e do technoclash, seus sets passeiam por vertentes electro, discopunk, old school hip-hop com muito rock e eletrônicos. Iggor e Laima têm a chance de apresentar uma constante busca de novas referências através de um olhar especializado.

http://www.myspace.com/mixhell

21h – Aninha

Os sets com grooves bem elaborados, as sutilezas da mixagem e os sons futurísticos composto por faixas de House, Tech House e Deep Techno são características do trabalho de Aninha. Atualmente, a catarinense, que começou a carreira em 2002, é uma das DJs mais respeitadas do Brasil. Residente dos clubs Warung (SC) e Vibe Club (PR), ela fixa cada vez mais seu nome em solos brasileiro e europeu por ser dona de um estilo forte e ter uma técnica extremamente apurada.

http://www.myspace.com/aninhadj

22h – Junior C

Aos 22 anos, o paulistano Junior C já é considerado o maior expoente da nova geração de DJs. Com sets cheios de grooves, ele agita as pistas com batidas que vão do Deep House ao Techouse, sempre com algumas pitadas de Techno e o que mais vier à sua mente criativa. Sua carreira de sucesso já o levou a comandar badaladas festas por todo Brasil e, em 2009, tocou no Winter Music Conference, em Miami (EUA). Atualmente é residente da festa Suite 65, no Museum, e do Club Clash.

http://www.myspace.com/djjuniorc

23h – China

Mais conhecido como China, o paulista Humberto Sato começou sua carreira em 1997, divertindo amigos em bares e festas. A paixão pela música e a ascensão da cena eletrônica brasileira transformaram o que era apenas diversão em coisa séria. A partir de 2005, China passou a se dedicar ainda mais ao seu hobby, iniciando sua profissionalização e aprofundando seus estudos sob a influência dos melhores DJs de House do Brasil. Com estilos que variam do Deep House ao eletrônico, China faz performances ecléticas e empolgantes, onde é impossível ficar parado.

00h30 – Raul Boesel

Depois de passar anos pilotando carros de corrida e ter uma carreira promissora e de prestígio internacional nas pistas automobilística, Raul Boesel decidiu começar uma nova fase na sua vida. Após anos de intimidade e afinidade com as picapes, decidiu que é hora de encarar outra pista, a de dança, mas dessa vez como trabalho. Técnica e estilo fazem parte das qualidades que conduzem o trabalho de Boesel. Seu set carrega um pouco do que há de melhor na House e no Progressive House. Entre suas maiores influências estão DJs como Deep Dish, Sven Väth, Tania Vulcano e Roger Sanchez.

http://www.myspace.com/raulboeseldj

 

2h – The Twelves

Luciano Oliveira e João Miguel tem uma coincidência interessante em suas vidas: os dois nasceram em 12 de Junho de 1980 no Rio de Janeiro. E o destino ainda os reservou outras afinidades entre as quais estão a música e o trabalho único que desenvolvem desde 2005. A dupla ganhou respeito ao remixar uma das mais descoladas artistas da atualidade – a britânica M.I.A. Navegando pela internet os dois acharam uma versão da faixa “Boyz” contendo apenas os vocais da cantora. Desde então não pararam mais de produzir. Comentados na imprensa e freqüentes nas pistas, o show ao vivo da dupla é marcado por uma mistura única de live P.A. das músicas próprias, com DJ Set e remixes manipulados na hora.

http://www.myspace.com/thetwelves

 

3h30 – Murphy

Marcos, mais conhecido como Murphy, começou a tocar em 1992, influenciado pela acid house e pelo hip-hop que apareciam nas pistas. Ele faz parte da história da música eletrônica no Brasil. Discotecando e produzindo, Murphy não só se destacou no meio por sua excelentes produções, mas também por apresentar uma técnica invejável. Virtuosismo, elegância e vanguarda fazem parte de sua performance no palco. Identificado pelo seu Techno marcante cheio de scratches e mixagens ele consegue colocar ao mesmo tempo 4 músicas tocando ao mesmo tempo, sobrepostas em perfeita sincronia.

http://www.myspace.com/djmurphybr

Comentários