O CCBB Rio realiza, em iniciativa pioneira, o projeto Brasil Vocal CCBB – Concurso de Arranjo Vocal, de âmbito nacional, com objetivo de fomentar o repertório de música brasileira para grupos vocais a capela e contribuir com o surgimento de novos arranjadores. O lançamento do concurso será nos dias 18 e 19 de dezembro, com shows do grupo Bombando, um dos melhores representantes do gênero, no foyer do CCBB, com entrada franca.

 

Ao criar esse projeto, o CCBB Rio dá curso à sua política de fomento da produção cultural, formação de público e democratização do acesso à arte. “Buscamos estimular talentos da criação de arranjos e divulgar ao público o trabalho que vem sendo desenvolvido por grupos vocais oriundos de diversas regiões do País dedicados à musica popular”, observa Marcos Mantoan, gerente do CCBB Rio. “O CCBB sempre deu espaço para experimentações e novos talentos, mas agora, com o concurso, queremos fazer isso de forma mais sistemática”, complementa.

Os candidatos devem inscrever duas peças, obrigatoriamente, sendo uma delas brasileira (popular ou folclórica) de livre escolha, e outra do compositor Assis Valente – que em 2011 completaria 100 anos de nascimento. Serão aceitos somente arranjos originais e inéditos para grupos vocais a capela dedicados à musica popular.

As inscrições estarão abertas a partir do dia 20 de dezembro de 2010 até 01 de março de 2011 e a ficha e o regulamento do concurso estarão disponíveis no site www.bb.com.br/cultura.

 

Concurso

Serão selecionados 12 (doze) arranjos para apresentação pública e, destes, três serão premiados. O primeiro lugar ganhará R$ 5.000,00 (cinco mil reais); o segundo, R$ 3.000,00 (três mil reais); e o terceiro, R$ 1.000,00 (mil reais). Será oferecido, ainda, um prêmio especial do júri, no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) para o melhor arranjo de música do compositor brasileiro Assis Valente.

O concurso terá uma comissão julgadora formada por importantes nomes do meio musical, que, através da análise das partituras de todas as obras inscritas, selecionará 12 (doze) finalistas, da seguinte maneira: 9 (nove) arranjos de música popular (ou folclórica) brasileira de livre escolha; 3 (três) arranjos de música (s) de Assis Valente.

Estas obras finalistas serão apresentadas ao público em maio de 2011, no Teatro II do CCBB-RJ, por um grupo vocal arregimentado especialmente para a função. Na ocasião, o júri se reunirá, e, levando-se em consideração também o voto do público*, serão definidas as premiações. As quatro obras vencedoras serão anunciadas no espetáculo de encerramento do evento e apresentadas novamente ao público.

* Na média ponderada, o voto do público (realizado anonimamente) terá peso 1 (um), enquanto o voto da comissão julgadora terá peso 4 (quatro).

A autoria dos arranjos só será conhecida pelo júri responsável pela seleção após a escolha dos finalistas.

 

Mostra de grupos vocais, oficinas e mesa-redonda

 

Simultaneamente ao concurso, o CCBB promoverá uma mostra com um painel atual do gênero com alguns dos mais expressivos grupos vocais de diferentes regiões do Brasil, trazendo à cena esta novíssima — e bem sucedida — geração. Acontecerão, ainda, oficinas e mesa-redonda abordando temas diretamente relacionados à prática vocal em música popular.

Programação:

Lançamento do concurso – show de abertura nos dias 18 e 19 de dezembro, com o grupo Bombando, no foyer do CCBB, às 18hs, com entrada franca

Inscrições para o concurso – de 20 de dezembro de 2010 até 01 de março de 2011

Shows e divulgação dos resultados – de 19 a 29 maio de 2011

 

• dia 19 – BR6 (RJ)

 

• dia 20 – Bebossa (RJ)

 

• dia 21 – Banda de Boca (Salvador)

 

• dia 22 – Óctrombada (SP)

 

• dia 26 – Vésper Vocal (SP)

 

• dia 27 – Vocal Brasileirão (Curitiba)

 

• dia 28 – Apresentação dos doze arranjos finalistas

 

• dia 29 – show o grupo Bombando e divulgação dos resultados.

 

Oficinas

Bombando: percussão vocal – o uso da voz na produção de sons e efeitos idênticos aos de instrumento de percussão; “beat box”.

Óctrombada: percussão corporal – a técnica de produzir sons utilizando diferentes golpes, em diferentes formatos e “pegadas” no próprio corpo.

Banda de Boca: a voz como instrumento – reprodução de timbres de trompetes, guitarras, contrabaixos etc. e técnicas de emissão para a reprodução de timbres de diferentes instrumentos musicais.

 

Mesa-Redonda

Dia 28 de maio – Encontro de arranjadores

– Tema: as principais tendências do arranjo vocal brasileiro, com os participantes da Comissão Julgadora e convidados.

Bombando – shows dias 18 e 19 de dezembro – lançamento do concurso

 

Quem apenas ouve custa a acreditar. Um se encarrega do baixo; outro da bateria; um terceiro acumula baixo, bateria e trompete; os outros cantam. Dito assim pode parecer uma banda comum, mas um detalhe faz toda a diferença: eles não têm baixo, nem bateria, nem trompete. Definido por eles mesmos como um “grupo vocal especializado em imitar instrumentos”, o Bombando conquista pelo humor e pela versatilidade, que permite a eles reproduzir os sons mais variados apenas com a voz, incluindo solos jazzísticos, raquetadas de pingue-pongue e duelos de bangue-bangue, em apresentações cheias de humor, perucas, roupas coloridas, brincadeiras e cenas teatrais.

Se, em outras épocas do ano, o Bombando funciona como um grupo de humor e música, neste show, véspera do Natal… não muda nada! O grupo apresentará diversas canções natalinas, entre clássicos e composições próprias, além de outras pérolas da música popular, com ênfase no humor, cinismo, ou absurdo. Os esquetes e as coreografias, marcas registradas do grupo, também estarão presentes.

Em outras palavras – pro Bombando, Natal rima com carnaval: farra, riso e festa num show que só tem como compromisso a alegria.

 

 

Serviço:

 

Show: Grupo Bombando – lançamento do concurso Brasil Vocal CCBB

 

Local: Centro Cultural Banco do Brasil – Foyer (R. Primeiro de Março, 66- Centro – RJ – 3808-2020)

 

Data: 18 e 19 de dezembro de 2010 (sábado e domingo)

 

Horário: 18hs

 

Capacidade: 700 pessoas em pé

 

Classificação: Livre

ENTRADA FRANCA

Facilidades para pessoas com deficiência: rampa – Av. Pres. Vargas; sanitários – térreo e 2º andar; boxes para cadeiras de rodas; elevadores especiais e telefone para portadores de deficiência auditiva.

Terminal de auto-atendimento: térreo

Telefone público: térreo e 5º andar

Banheiro familiar e fraldário: no térreo, ao lado do banheiro feminino.

Centro Cultural Banco do Brasil – Aberto para o público de terça a domingo, das 10h às 21h, e nas segundas somente o Térreo e o Teatro I, das 16h às 19h.

www.bb.com.br/cultura

 

Comentários

Prezados,
Seria possível obter informações mais detalhadas sobre as oficinas, como, quando acontecerão precisamente e como participar?
Desde já grato,
Rigoberto Moraes

Caro Rigoberto, recomendamos que entre no site da organização para obter maiores informações, uma vez que não temos estes dados. o site é o seguinte <a href="http://www.bb.com.br/cultura” target=”_blank”>www.bb.com.br/cultura.
Esperamos ter ajudado, forte abraço.