Com direção artística de Sérgio Cabral, a quinta edição do projeto Accenture Performances reunirá uma badalada orquestra de jazz norte-americana e alguns dos melhores instrumentistas brasileiros, além de três convidados muito especiais: Ney Matogrosso, Maria Rita e Hamilton de Holanda.


Em sua versão 2010, o evento promoverá nos palcos do Citibank Hall, em São Paulo, e do Vivo Rio, no Rio de Janeiro, uma espécie de homenagem ao choro brasileiro, representado pelas canções de um de seus maiores intérpretes e autores, o mestre Pixinguinha, e ao jazz norte-americano, lembrado pelo repertório do gênio Louis Armstrong. Os espetáculos acontecem nos dias 23 e 25 de novembro, sendo a primeira noite na capital paulista. 

O encontro de gêneros será também um encontro de “bambas”: uma das mais tradicionais orquestras de Nova Orleans (cidade que é considerada o berço do jazz), a Preservation Hall Jazz Band, ao lado um time de instrumentistas brasileiros de primeira linha: Silvério Pontes (trompete), Henrique Cazes (cavaquinho), Beto Cazes (percussão), Jorge Helder (baixo), Rogério Caetano (violão), José Paulo Becker (violão), Eduardo Neves (flauta e saxofone), Márcio Bahia (percussão) e Zé da Velha (sopro). E finalmente, como convidados especiais, subirão ao palco Ney Matogrosso, Maria Rita e Hamilton de Holanda. A direção musical será de Luiz Felipe de Lima.

Comentários